Para a minha Mãe

Onde você está? Eu acordei gritando por você na noite, mas você não veio me acalmar. Mãe eu estou morrendo de saudade. É um suplício olhar os seus olhos tristes, mas é ainda mais grave não os tê-lo para olhar. Eu preciso das suas músicas antigas, do seu sorriso lindo, do seu cheiro doce, dos seus sermões repetitivos, do seu jeito de dizer que chegou. Mãe, alguém está lá em casa destruindo tudo o que é meu e seu. E Mãe, perto desse alguém eu não sinto nada. É horrível odiar. Eu preciso dos seus ensinos. Antes que o controle fuga e eu me corte com as unhas outra vez. Eu tenho medo de tocar em mim, e ouvir apenas o eco ressoando, provando de uma vez por todas que eu não tenho mais nada para sentir. É o amor Mãe , o amor que se foi dessa casa , que sou eu.

Anúncios

2 opiniões sobre “Para a minha Mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s