“(…) E eu tenho me perguntado, o que, afinal, eu não amo em você? E você me trás a resposta, estampada entre os lábios. “Você a ama em tudo, você a ama por completo. “E não há parte neste corpo e nesta alma que você não queira amar.” Agora eu sei que o teu sorriso é o mais sábio de todos, porque ele não precisa de palavras para me dar respostas definitivas. E eu amaria você, mesmo que você não tivesse esse cabelo castanho escuro que cheira a pêssego, mesmo que estes olhos não brilhassem na mesma intensidade. Eu amaria você por dentro, por fora e pelo avesso, amaria e amarei porque se eu não te amasse, me sentiria um criminoso (…) Eu te amo, a cada dia mais, não amo pelo fato de que todos precisam amar, amo pela mulher que você é e pela alma que você tem. ”

“E mesmo que o meu olfato morra, o meu corpo reconhece e reage a esse perfume mesmo que ele esteja a léguas de distância.”

Anúncios

Uma opinião sobre “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s